Pátio

– Oi, você que é o Uber?

Era uma figura incomum a se aproximar do vidro da Mercedes, mas, se tivesse reparado bem, o dono a teria visto abordando uma BMW quando deu a volta na quadra pra ganhar tempo. Olha para mim, foi a resposta, olha para mim, trabalharam tanto a vida inteira para que eu pudesse chegar até aqui,

– Você acha mesmo que eu sou um merdinha informal de um app?

– Senhora pra você, rapaz. Eu já virei a curva, várias curvas.

– E você acha que alguém no mundo ia comprar uma Mercedes pra virar…

– Ei, eu vou te dar nota zero. E digo mais – embora ainda olhasse para o carro, ela agora estava falando com as pessoas lá fora e não aceitaria interrupções – eu não vou entrar nesse carro. Pode ir embora, pode desistir que eu não vou entrar nesse carro.

Ela se afastou, ele está saindo do carro para responder.

– Meu deus, você vai sair? Eu vou denunciar pra urbe – grita, e já está fazendo.

Ela vira de costas, mexendo no celular. Tenta disfarçar com os três minutos de praxe, mas não é possível, porque percebe os aplausos silenciosos dos assimilados. Uma Ferrari está encostando a menos de dez metros dali.

Anúncios

Um comentário em “Pátio”

  1. A pergunta é: se em vez de diálogo eu escrevesse uma instrução:

    “Aborde todos os motoristas de BMW, Mercedes, perguntando se é o Uber que você chamou.”

    seria mais engraçado que o texto da publicação?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s